4 de maio de 2009

Pilantragem no Congresso (faça sua parte!)

Quero falar de política e nem sei por onde começar. É tanta sacanagem, marmotagem e pilantragem que fica difícil escolher o primeiro tema.

A idade do Brasil é de, mais ou menos, 9 ou 10 anos. Manja aquela fase da vida que você sabe que está fazendo coisa errada, mas não mede e não imagina as conseqüências? Pois é, no nosso país é assim...


Democracia não é roubo. É pensar no coletivo de forma coletiva. Tanta gente lutou pela volta da democracia e muitas delas hoje aproveitam dela em benefício próprio, é um circo.
Em outros tempos e em um lugar mais sério, todos que usam e usaram o dinheiro público de forma errada já estariam cassados e presos sem direito a nada, e tendo que devolver TUDO.
Bem, pra começar não deveriam tomar posse aqueles eleitos que tem algum tipo de processo nas costas. Assim provavelmente 80% dos parlamentares não estariam “trabalhando” para o país.

1º) O que me choca, e muito, é ver a máfia do PT e seus comparsas de outros partidos usando o delicado câncer de Dilma para favorecê-la na eleição presidencial de 2010. Isso ratifica o que todos já estão cansados de saber: nesse universo é só pilantra mau caráter. Mas tem um pior: ao que me parece, a própria Dilma é favorável a isso. SE EU FOSSE ELA na coletiva de imprensa já teria dito: “a partir desse momento me retiro da vida pública, vou cuidar da minha saúde, me tratar da melhor forma possível e ficar ao lado dos que me amam. Terminanda essa etapa, que tenho certeza de vencer, pensarei em meu futuro.”

2º) Após a descoberta da farra das passagens aéreas, agora o Ministério Público irá investigar os gastos dos deputados federais. Todos sabem que há funcionários fantasmas que servem para dar mais dinheiro para os parlamentares; há casos de deputados que ficam com parte do salário dos assessores; mas não são usadas apenas essas formas de roubar dinheiro público, nos menores detalhes também há furto do nosso dinheiro, até mesmo com verba de material de escritório, telefone, refeição, diária, e os zilhões de auxílios que existem.
Pra mim, não deve ter auxílio de nada. Todas as contas são pagas pela casa, com um limite máximo de gasto e bônus para quem gastar menos. Passagem são duas: uma no início do mandato e outra no final. Se quiser voltar pra casa para descansar, será de seu próprio bolso. Se for para trabalho, a atividade terá que ser provada e documentada. Além da obrigação de ser de interesse público. Caso seja pessoal ou partidário, no primeiro caso paga-se do próprio bolso e no segundo o partido arca com as despesas.
Se quiser fazer com que ninguém roube e trabalhe de fato, é fácil: basta querer.

3º) Por causa dessa investigação, o congresso irá atrasar a votação de aumento de salário para alguns setores, entre eles está o Ministério Público. É mole?

4º) O ano começou há cinco meses e até agora o congresso não votou nada relevante. Não discutiu nada relevante e não dá sinais de que isso mudará. Cadê a reforma trabalhista? Cadê a reforma da previdência? Onde estão as reformas todas????????????????

5º) Deveria acabar de vez com esse negócio de reeleição e qualquer parlamentar, após seu mandato, deveria ser obrigado a ficar 8 anos afastado de qualquer cargo público. Todos eles deveriam ser obrigados a usar o SUS e somente o SUS. Imagina a Dilma tratando seu câncer linfático pelo SUS que sequer disponibiliza o remédio necessário para o tratamento.


Faça a sua parte, fique no pé, encha o saco, seja chato, o verdadeiro pentelho:
Sugestões, reclamações, pedidos...
(por favor dê copy / paste nessas informações, publique em seu blog, no orkut e em todos os lugares possíveis)

Câmara dos Deputados
Disque Câmara - 0800 619619
http://www2.camara.gov.br/
http://www2.camara.gov.br/deputados


Senado Federal
Alô Senado – 0800 612211
http://www.senado.gov.br/sf/


http://www.senado.gov.br/sf/senadores/senadores_atual.asp?o=1&u=*&p=*

adelmir.santana@senador.gov.br, almeida.lima@senador.gov.br, mercadante@senador.gov.br, alvarodias@senador.gov.br, acmjr@senador.gov.br, antval@senador.gov.br, arthur.virgilio@senador.gov.br, augusto.botelho@senador.gov.br, cesarborges@senador.gov.br, cicero.lucena@senador.gov.br, cristovam@senador.gov.br, delcidio.amaral@senador.gov.br, demostenes.torres@senador.gov.br, eduardo.azeredo@senador.gov.br, eduardo.suplicy@senador.gov.br, efraim.morais@senador.gov.br, eliseuresende@senador.gov.br, ecafeteira@senador.gov.br, expedito.junior@senador.gov.br, fatima.cleide@senadora.gov.br, fernando.collor@senador.gov.br, flavioarns@senador.gov.br, flexaribeiro@senador.gov.br, francisco.dornelles@senador.gov.br, garibaldi.alves@senador.gov.br, geraldo.mesquita@senador.gov.br, gecamata@senador.gov.br, gilberto.goellner@senador.gov.br, gilvamborges@senador.gov.br, gim.argello@senador.gov.br, heraclito.fortes@senador.gov.br, ideli.salvatti@senadora.gov.br, inacioarruda@senador.gov.br, jarbas.vasconcelos@senador.gov.br, jayme.campos@senador.gov.br, jefferson.praia@senador.gov.br, joaodurval@senador.gov.br, joaopedro@senador.gov.br, joaoribeiro@senador.gov.br, jtenorio@senador.gov.br, j.v.claudino@senador.gov.br, jose.agripino@senador.gov.br, josenery@senador.gov.br, sarney@senador.gov.br, katia.abreu@senadora.gov.br, leomar@senador.gov.br, lobaofilho@senador.gov.br, lucia.vania@senadora.gov.br, magnomalta@senador.gov.br, maosanta@senador.gov.br, crivella@senador.gov.br, marco.maciel@senador.gov.br, marconi.perillo@senador.gov.br, maria.carmo@senadora.gov.br, rosalba.ciarlini@senadora.gov.br, romeu.tuma@senador.gov.br, romero.juca@senador.gov.br, webmaster.secs@senado.gov.br, renatoc@senador.gov.br, renan.calheiros@senador.gov.br, raimundocolombo@senador.gov.br, simon@senador.gov.br, paulopaim@senador.gov.br, paulo.duque@senador.gov.br, patricia@senadora.gov.br, papaleo@senador.gov.br, osmardias@senador.gov.br, neutodeconto@senador.gov.br, mozarildo@senador.gov.br, marisa.serrano@senadora.gov.br, mario.couto@senador.gov.br, marinasi@senado.gov.br, sergio.guerra@senador.gov.br, zambiasi@senador.gov.br, serys@senadora.gov.br, tasso.jereissati@senador.gov.br, tiao.viana@senador.gov.br, valdir.raupp@senador.gov.br, valterpereira@senador.gov.br, wellington.salgado@senador.gov.br

Nenhum comentário: