4 de novembro de 2010

Guarujá, California Circus e Hollywood Rock


Os bares ficavam em frente ao calçadão
 Foi na temporada de verão de 1976-77 que fui pela primeira vez para Guarujá. O prédio onde eu ficava, Edifício Bolinha, era na Rua Argentina, Praia da Enseada. Nessas primeiras temporadas só tinham dois prédios nessa rua, um deles era onde minha família tinha apartamento. Acho que em 1981 chegou o calçadão à beira da praia. (Foi nessa primeira temporada que conheci o pré-adolescente Fábio Massari, cuja família também tinha apartamento no Ed. Bolinha)

Em 1982 aquela área da Rua Argentina virou point noturno, e o bar de referência ali era conhecido como ‘Postinho’, mas outros bares e lanchonetes surgiram num espaço de dois ou três quarteirões na rua a beira mar, em frente ao calçadão, vizinhos ao ‘Postinho’. Na minha rua também em 1982 abriu uma lanchonete que alugava quadras de tênis e de futebol, além de ter um fliperama e um ótimo sanduíche. Parecia cena de ‘Malhação’ com figuração andando pra lá e pra cá, sabe? Pra mim foi ótimo, o principal point da cidade era praticamente na minha rua. Ao lado do Postinho foi construído um local que era bar, fliperama e pista de patins (moda por duas ou três temporadas).

De 1982 até 1986-87 o movimento era intenso em praticamente quatro quarteirões (Rua Argentina incluída), onde ficavam concentrados os principais bares, a rua era estreita e os carros tinham dificuldade de andar. Muvuca absoluta.

Passada a moda do patins, o bar que havia ali desapareceu e em seu lugar surgiu uma lona de circo chamada California Circus. California era o nome de um novo cigarro na época, que era, acredite, distribuído gratuitamente. Como eu era fumante, me esbaldava. Eram caixinhas pequenas que vinham quatro cigarros. Acredito que eu esteja falando de jan/1985.

Por aquela lona passaram os principais nomes do rock brasileiro daquele momento. Foi ali que vi Barão Vermelho com Cazuza. Estava vazio porque a cidade ainda não estava em seu pico. Outro show não muito cheio foi o do Ultraje a Rigor, que nessa época já tinha lançado o 1º compacto. Lembro que poguei muito nesse show a ponto do canhão de luz ficar apontado pra mim em alguns momentos.

Aí já com janeiro fervendo, a cidade lotada, teve show da Blitz, Lulu Santos, Paralamas do Sucesso, acho que Léo Jaime, e outros tantos nomes. O do Paralamas foi marcante pra mim porque fiquei nos bastidores, assisti a passagem de som e tudo. Lembro que Herbert estava com Paula Toller. Os dois não se desgrudavam. Porém não lembro se Kid Abelha chegou a tocar no Califórnia, creio que não.

Não lembro como, mas eu sempre conseguia ingresso de graça. Acredito que por ser na minha área, eu devia conhecer ‘o amigo do amigo’, e também por estar sempre ali, pela manhã, a tarde e a noite.

Era bem em uma época de estouro do rock brasileiro, com Rock in Rio e danceterias.

Essa lona durou apenas uma temporada e o cigarro acabou não pegando entre os consumidores. Foi bem divertida essa temporada...
______________________

Temporada que também foi marcada pelas edições nacionais do Festival Hollywood Rock. Rolou aquela edição histórica em 1975 no Rio de Janeiro, com Celly Campelo, Vímana, Peso, Rita Lee & Tutti Frutti, Erasmo Carlos e Raul Seixas; porém foi única e isolada.

O que pouca gente lembra é que tiveram outras edições nacionais do Hollywood Rock, antes da edição de 1988 que marcou não só pela entrada de nomes internacionais em seu head line, mas por ter tomado outra dimensão e ter entradas pagas. As edições na praia eram de graça.

Nesse mesmo período que falo da chegada do Califórnia Circus na Enseada, aconteceu também essa volta do Hollywood Rock, em um palco montado na ponta também da Praia da Enseada, porém encostado ao famoso Morro do Maluf.

Nessa 1ª edição só grandes nomes: Lulu Santos, Legião Urbana, Rádio Taxi, Tokyo e Kid Abelha. Pode haver mais um ou dois nomes, mas me lembro bem desses artistas e até lembro de ter ficado impressionado com o pique de Supla no palco – eu também era um dos milhões que odiavam Tokyo – e devo confessar que o show foi bom. Mas imbatíveis foram Lulu Santos, Legião Urbana e Rádio taxi.

Era um ambiente tranqüilo apesar de muita gente. A edição do ano seguinte também aconteceu na Praia da Enseada, mas do lado oposto ao ano anterior. Dessa edição lembro pouco, teve Camisa de Vênus, Titãs e acho que Biquini Cavadão. Uma passagem que é nítida pra mim, aconteceu em um momento no show do Titãs (turnê do Televisão), quando Paulo Miklos anunciou que iriam tocar uma música nova chamada “O Grito”. Meses depois essa mesma música foi lançada como “AA UU”, primeira música de trabalho do Cabeça Dinossauro.
Não sei dizer se além do Guarujá, o ‘Hollywood Rock nacional e gratuito’ chegou a acontecer em outra praia... que eu saiba não.

Nessa época de fim de ditadura, estouro do rock brasileiro e cultura jovem começando a explodir comercialmente, o Guarujá serviu bem de parâmetro para o que acontecia na época. Lembro que durante o Rock in Rio nos reuníamos sempre na casa de alguém para assistir aos shows que passavam na Globo, como nós brasileiros costumamos fazer durante a Copa. Além disso torcíamos para, quem sabe ver, algum dos nossos amigos que estavam lá.

Discoteca, patins, fliperama, new wave, danceterias, surf, rock. Tudo isso passou pelo Guarujá, que nesse miolo dos anos 1980 parecia ser o centro do mundo.

PS: Antes disso tudo, nos anos 1970, havia o Festival de Verão que acontecia na Praia de Pitangueiras. Lá vi apresentação do maestro Izaac Karabichevisk, show do Gilberto Gil (turnê Realce), entre outros nomes que não lembro.

11 comentários:

NEI SANTOS disse...

ACABEI DE ENTRAR NA NET PRA SABER EM Q ANO FOI O HOLLIWOOD ROCK NO GUARUJA EM QUE SE APRESENTARAM TOKIO, KID ABELHA, LULU SANTOS E LEGIAO URBANA. QUE SAUDADE. EU JA ASSISTI A VARIOS SHOWS NACIONAIS E INTERNACIONAIS, MAS SE EU PUDESSE VOLTAR NO TEMPO PRA ASSISTIR 1, NAO PENSARIA DUAS VEZES, QUE PRIVILEGIO,QUE CLIMA MARAVILHOSO,AINDA POR CIMA DE GRACA, UMA BAITA PRODUCAO PRA EPOCA MILHARES DE PESSOAS E EU NAO VI UMA CONFUSAO.UM DIA INESQUECIVEL.

Paulo Marchetti disse...

Ney, você falou a palavra certa: PRIVILÉGIO.
valeu
abç

alexis_kit@hotmail.com disse...

parabens pelo post - tenho 41 anos e tive as mesmas emoções que vc teve nesta temporada no gja. Nao sei se é saudosismo mas esta época foi mesmo a melhor?

Paulo Marchetti disse...

Oi Alexis. Tenho a mesma idade que a sua e frequentei o guarujá de 1976 à 1987 em todas as temporadas e posso te assegurar que sim, essa foi o período de ouro do Guarujá/ praia da enseada.
Já no final dos anos 80, a partir de 1987/88 o clima não era o mesmo, muito assalto, etc...
obrigado pelo comentário!
abç

Daniel Silveira disse...

Ótimo texto e lembranças !!! Colaborando: a pista de patinação era o Roller Park e faltou citar o Tati snooker bar, que mudou de nome para Dati depois. Infelizmente eu era muito criança pra ir ao California, meu pai nao deixou...rsrs. Mas assisti, com certeza, o Hollywood Rock em janeiro de 89, em frente a Brunela (Jd Virginia) com shows de Engenheiros do Hawai e Paralamas. Abc.

Paulo Marchetti disse...

Daniel valeu ter lembrado do Roller Park, Tati Snooker e Dati. Passava horas lá dentro jogando pinball!
abç

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
DaLata disse...

Amigo, vivi tudo isso que voce descreveu acima, e tenho certeza que nos conhecemos... conhecia o Fabio e a irmã dele, a Vave... namorei uma garota que tinha casa na frente do Jogging da Rua Argentina, ela é irmã do Alexandre... forte abraço Lula

Paulo Marchetti disse...

Oi Lula. Uma das meninas que moravam na frente do Jogging era a Patrícia e tinha outra que tinha um irmão... lembro sim deles, mas não de seus nomes...
talvez tenbmos inclusive jogado bola em uma das quadras do Jogging...
Muito legal!
abraço

Altair disse...

Essa memória do Hollywood Rock no Guarujá deveria ser adicionada no artigo do Wikipedia :)

Fico feliz em saber que minha cidade já foi tudo isso... uma pena que eu inha 4, 5 anos de idade na época.

Altair disse...

Aqui o link do wikipedia... quem pode adicionar com detalhes?
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hollywood_Rock