23 de março de 2009

NÃO ADIANTA NEM TENTAR ME ESQUECER

Tudo começou há uns dois anos atrás quando eu liguei para meu amigo Alê Youssef, dono do Studio SP - à época situado no coração da Vila Madalena e que ganhava fama por abrigar e dar espaço a novos artistas - sabendo que naquela noite ele receberia uma banda, ou melhor, um projeto dedicado a Roberto Carlos; Era uma terça-feira e disse a ele que já ouvira falar do tal Del Rey, mas queria alguns detalhes tão pequenos (com perdão do trocadilho) do tipo: hora do show e se, de fato, valeria a pena me arriscar naquela noite fria...A resposta do Alê foi direta: “Eles sobem tarde no palco, não antes das 2 da manhã, mas na hora que começar você vai esquecer de tudo, ficar até acabar e querendo mais”.

Eu, roqueiro convicto, me sentindo desafiado, fui pagar pra ver o que poderia ser uma homenagem digna ao Roberto, sem que isso parecesse cafona, como os intragáveis especiais do “Rei” na Globo; Ainda mais o Del Rey sendo formado pelos ilustres desconhecidos Mombojó e pelo China (ex-vocalista da banda hardcore Sheik Tosado), todos de Pernambuco.

Pois bem, foi começar o show e a alegria surgiu - músicas da Jovem Guarda, permeadas pelos hits da fase de ouro de Roberto e Erasmo até os novos sucessos (sic) da dupla; Muito curioso ver todos (inclusive eu) cantando e dançando “detalhes, cavalgada, como é grande o meu amor por você, nas curvas da estrada de santos, além do horizonte”, entre tantas outras melodias que provavelmente estavam esquecidas em nossas memórias, sabe lá desde quando...

China revelou-se um sujeito carismático (a impressão é que ele se diverte mais que qualquer um), a banda tocou gostoso e fez-se A noite de todos os presentes.

Passou o tempo, o Studio SP mudou para a Rua Augusta, melhorou a estrutura e montou um som de primeira linha no palco; O Del Rey se consolidou, virou febre e quando aparece por aqui a casa lota até a boca. Eles já estão tocando há duas sextas-feiras lá e fazem a saideira (pelos próximos meses) em São Paulo no próximo dia 27 de março.

Segue aqui então uma bela pedida para quem está a fim de curtir um programinha num espaço bacana, bem freqüentado, com preços honestos e, neste caso, disponível para se cantar alto sem um pingo de vergonha “amanhã de manhã vou pedir o café pra nós dois...debaixo dos caracóis dos seus cabelos...eu voltei! agora pra ficar porque aqui é meu lugar...eu te proponho não dizer nada, seguirmos juntos a mesma estrada...”, ainda que a minha, a sua, ou a nossa realidade seja outra fora dali...

Recomenda-se enviar nomes antecipadamente para a lista de desconto e chegar cedo. Maiores informações podem ser obtidas através do www.studiosp.org

5 comentários:

Paulo Marchetti disse...

Aaaaaaahhhhhh! Bela estréia irmão! Seja bem-vindo ao Sete Doses.
Se beber não dirija!

Carlin disse...

Meu prezado Collaço. Muito bom te encontrar por aqui. Ótimo o seu Blog. Já sou fã de carteirinha e bookmark. Quando for a Sampa no início de Abril vamos marcar um papo regado a boa música e a bebida ideal para a ocasião. Abraço.

paulo disse...

primo, belo artigo, dá vontade de ver! ps - aguardamos, ansiosos, sua crítica àquele showzinho do último domingo...

tite disse...

NADA + JUSTO...NADA + VERDADEIRO NADA + VIVIDO QUE O MEU AMIGO EDU COLLAÇO PRA FALAR DE R O C K,PRA ELE NEM PRECISARIA SETE DOSES DE CACHAÇA, PRA FALAR C/ CATEGORIA DESSE ASSUNTO...UMA SÓ JÁ FAZIA EFEITO!PAULO MARCHETTI,É UM REVERENDO NESSE ASSUNTO(ROCK N' ROLL)!MAS AGORA,TEM AO SEU LADO UM ARCEBISPO DE PESO!QUE EXPLODAM DE CONHECIMENTOS OS TEMPLOS DO SOM!NA ESTREIA ELE JA COMEÇOU FALANDO DO REI.......IMAGINO O QUE VEM POR AÍ!
VC MERECE E VC PODE!BJO NO CORAÇÃO!TITE-TH6

Felipe disse...

Grande Eddie Fuckin' Glue!

Bem-vindo ao mundo dos blogs e parabéns pelo texto do Del Rey. Qual é o próximo? Vamos tomar uma cerva pra comemorar.

Abs, Felipe